Lucas, o médico evangelista

0 comentários
Médico e companheiro fiel do apóstolo Paulo. Foi o escritor do Evangelho de Lucas e de Atos dos Apóstolos. Que Lucas era pessoa bem instruída é evidente dos seus escritos. Também, sua formação como médico é notada no seu uso de termos médicos.  Lu 4:38; At 28:8. 

Lucas não classifica a si mesmo de testemunha ocular dos eventos na vida de Cristo, registrados no seu Evangelho. (Lu 1:2) Portanto, parece que ele se tornou crente algum tempo depois de Pentecostes de 33 dC. 

No livro de Atos, Lucas é mencionado de modo indireto pelo uso dos pronomes “nós” e “nos”, e por verbos na primeira pessoa do plural. (At 16:10-17; 20:521:18; 27:128:16) Ele estava com Paulo em Trôade, na segunda viagem missionária do apóstolo, e acompanhou-o dali a Filipos, onde talvez tenha permanecido até o retorno de Paulo na sua terceira viagem missionária. 

Lucas acompanhou Paulo à Judéia, no fim desta viagem missionária (At 21:7, 8, 15), e, enquanto o apóstolo estava por uns dois anos encarcerado em Cesaréia, Lucas provavelmente escreveu seu Evangelho ali (c. 56-58 dC). Acompanhou Paulo na sua viagem a Roma, para este ser julgado ali. (At 27:1; 28:16) Visto que o livro de Atos abrange eventos a partir de 33 dC até o fim dos dois anos de encarceramento de Paulo em Roma, mas não registra o resultado do apelo de Paulo a César, é provável que Lucas tenha completado ali o livro de Atos por volta de 61 dC. 

Lucas juntou-se a Paulo em enviar cumprimentos aos cristãos em Colossos, quando Paulo lhes escreveu de Roma (c. 60-61 dC), e o apóstolo o identificou como “o médico amado”. (Col 4:14) Escrevendo de Roma a Filêmon (c. 60-61 dC), Paulo incluiu cumprimentos de Lucas, chamando-o de um dos seus “colaboradores”. (Flm 24) Que Lucas continuou com Paulo e estava com ele pouco antes do martírio do apóstolo é evidente da observação de Paulo: “Apenas Lucas está comigo.”  2Ti 4:11. 

Alguns sustentam que Lucas era gentio, baseando-se principalmente em Colossenses 4:11, 14. Visto que Paulo mencionou primeiro os “circuncisos” (Col 4:11) e depois mencionou Lucas (Col 4:14), inferem que Lucas não era da circuncisão e assim não era judeu. Mas, isto de modo algum é conclusivo. Romanos 3:1, 2, declara que Deus incumbiu os judeus das suas proclamações sagradas. Lucas é um dos incumbidos dessas proclamações inspiradas. 

As Escrituras tampouco fornecem base para se identificar Lucas com o Lúcio mencionado em Atos 13:1, nem com o ‘parente’ de Paulo, do mesmo nome, mencionado em Romanos 16:21.


Fonte: www.fortalezaredes.com.br/documents/biblia/Mensagem

0 comentários:

Postar um comentário